Date Archives February 2, 2020

Uma nova aliança

A última das quatro grandes alianças determinativa que Deus fez com Israel foi a Nova Aliança.

A nova aliança garante a Israel um coração convertido como fundamento de todas as suas bençãos. Visto que o sacrifício do Filho de Deus é o centro do antigo plano de redenção e já que essa aliança inclui tal sacrifício, grande importância deve ser atribuída a ela. 

A nova aliança prometida a Israel foi declarada em:

Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá.
Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor.
Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o Senhor; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.

Jeremias 31.31-34

Ryrie explica no sue livro The basis of the premillennial Faith, que Israel irá cumprir essa nova aliança no milênio, mais pra frente explicaremos o que é o milênio.

  • A nova aliança é uma aliança de graça incondicional baseada nos juramentos de Deus. A frequência do uso desses juramentos em Jeremias é impressionante. Ez 16.60-62.
  • A nova aliança é eterna. Isso está em relação com o fato de ser incondicional e se basear na graça. Is 61.2, Jr 31.35-37.
  • A nova aliança promete uma mente e um coração renovado. Jr. 31.33; Is 59.21.
  • A nova aliança proporciona restauração do favor e da benção de Deus. Os 2.19,20; Is 61.9.
  • O perdão de pecados também está incluído na aliança: “Pois perdoarei suas inquinadas e dos seus pecados jamais me lembrarei” Jr 31.34.
  • A habitação do Espírito Santo também está incluída. Vemos isso comparando Jr 31.33 com Ez 36.27.
  • O ministério de ensino do Espirito Santo será manifesto, e a vontade de Deus será conhecida por corações obedientes. Jr 31.34.
  • O santuário será reconstruído em Jerusalém, pois está escrito “porei o meu santuário no meio deles, para sempre. O meu tabernáculo estará com eles” Ez 37.26,27.
  • As guerras cessarão e a paz reinará de acordo com Oséias 2.18. Essa característica definitiva do milênio Is 2.4 apóia ainda mais o fato de que a nova aliança é milenar em seu cumprimento.
  • O sangue de Jesus é o fundamento de todas as bênçãos da nova aliança, pois “por causa do sangue da tua aliança, tirei os teus cativos da cova em que não havia água” Zc 9.11

Para resumir essa nova aliança, bom base nos textos do antigo testamento, essa aliança foi feita com os judeus e seu cumprimento é futuro, começando quando o Salvador vier e continuando por toda a eternidade.  

Israel deve ser reintegrado à terra da Palestina, que possuirá como sua propriedade. Isso também implica na preservação da nação. Israel deve viver uma conversa nacional, ser regenerado, receber o perdão dos pecados e a implantação de um novo coração.

Isso ocorrerá logo após o retorno do Messias à terra. Israel deve viver o derramamento do Espirito Santo para que Ele possa produzir justiça no indivíduo e ensino-lo em plenitude de sabedoria.

A Palestina deve ser reconquistada, reconstruída e instituída como o glorioso centro de uma nova terra gloriosa, na qual habitam justiça e paz. O Messias que veio a derramar seu sangue como fundamento dessa aliança voltará pessoalmente à terra para efetuar a salvação, reintegração e benção de Israel como nação. Todas essas áreas importantes do estudo escatológico são necessidades impostas por tal aliança.

Conclusão das alianças 

Estudamos todas as principais alianças com a nação de Israel para mostrar que são incondicionais e eternas, feitas com um povo da aliança, a ser cumpridas por causa da fidelidade daquele que as instituiu. 

Examinando essas alianças podemos destacar 7 pontos principais:

  1. Uma nação para sempre
  2. Uma terra para sempre
  3. Um Rei para sempre
  4. Um trono para sempre
  5. Um reino para sempre
  6. Uma nova aliança 
  7. Bençãos permanentes

Iremos desenvolver essas 7 características no decorrer dos nossos estudos.